São Paulo é uma cidade repleta de pontos turísticos e lugares incríveis para se conhecer. Por isso, convidamos a arquiteta, escritora, palestrante, feminista e apresentadora do DECORE-SE da GNT, Stephanie Ribeiro, para nos mostrar 25 destinos imperdíveis dessa metrópole.

Quer conferir? Então continue a leitura no blog da CARE com a narrativa especial da Stephanie e anote todas as dicas!

5 Prédios e Casas que amo!

Residência Oscar Americano - Oswaldo Bratke


Na época da faculdade, tive a sorte de fazer algumas visitas guiadas em projetos arquitetônicos icônicos de São Paulo com professores. Essa casa foi um dos locais que visitei e nunca consegui esquecer a beleza da arquitetura.

Um projeto modernista de Bratke para o amigo Oscar Americano na qual a casa modular, com pilares e vigas aparentes, se integra com o jardim num jogo de cheios e vazios.

O meu destaque é para o mural do Karl Plattner e para a casa da piscina que fica aos fundos, é linda a arquitetura desse espaço também e vale conferir. A propósito, é possível visitar e, inclusive, tomar chá no local.

Sede do IAB - Rino Levi, Miguel Forte, Abelardo de Souza e equipe


Conheci esse prédio numa vista ao IAB e toda vez que estou andando pelo centro de São Paulo, na região da República e me deparo com ele, tenho vontade de entrar e visitar. Na parte do porão hoje fica a Central Galeria que, antes da pandemia, no mezanino havia um café que possibilitava a circulação por um prédio mais restrito.

No mezanino fica nítido a relação entre interno e externo presentes na lógica de um prédio todo envidraçado e no mezanino que salta para fora da estrutura. Quando visitei consegui ir até a laje, algo que não é aberto a visitas, mas de lá é possível uma vista panorâmica do centro com atenção para o Copan, que fica a poucas quadras dali.

Casa de Vidro - Lina Bo Bardi

Um dos espaços que mais me deu vontade de ficar e nunca mais sair quando visitei foi essa Casa de Vidro. O projeto de Lina para sua própria casa é ousado, elegante e ao mesmo tempo simples.

Por mais que a sala me chame atenção com toda a curadoria de objetos, artes e artesanatos feitos por ela e seu marido, eu também adoro a cozinha. Não sei, acho que a forma como ela faz uma cozinha planejada em tempos que isso não existia com a facilidade que temos hoje, é lindo e os detalhes sempre me chamam a atenção.

Louveira - Vilanova Artigas



Artigas é meu arquiteto preferido pela posição política, por seu impacto na arquitetura de São Paulo, pela sua contribuição com o ensino de arquitetura e, inclusive, pelo uso das cores em alguns de seus projetos. 

Um detalhe que soa banal, mas que fugia do padrão da época para arquitetos modernos brasileiros.

No Louveira, um clássico e um marco do bairro de Higienópolis, temos venezianas amarelas, pilares redondos, a ligação entre dois blocos por uma rampa e o que mais amo: um edifício que, por conta do seu desenho, resiste até hoje aos grandes muros e grades.

Edifício Copan - Oscar Niemeyer


Um clássico é um clássico e sem dúvidas é um dos principais marcos de São Paulo, projetado pelo arquiteto com mais destaque no país e que nele abriga centenas de pessoas de diferentes classes sociais.

Quando estamos em qualquer lugar alto no centro, buscamos o Copan. Quando andamos pelas ruas do centro queremos conhecer o Copan, e quando pensamos num prédio que representa São Paulo, o Copan é um símbolo sem dúvidas. 

5 espaços culturais

Pinacoteca


Um dos meus locais preferidos em São Paulo! As exposições são ótimas, o espaço é lindo e, para mim, um dos melhores projetos de intervenção numa arquitetura já existente.

Para quem não sabe, a Pinacoteca é um prédio do séc. XIX que sofreu uma intervenção arquitetônica em um projeto que deu novo uso para o espaço nos anos 90. Entre os responsáveis pelo projeto, temos Paulo Mendes da Rocha, um dos principais nomes da arquitetura do Brasil.

Vale destacar que uma intervenção já existente é algo que pode ser poético, contemporâneo e, ao mesmo tempo, diferente de uma lógica que propaga que apenas o que é construído do zero passa a ter valor arquitetônico. Por isso, é um dos meus espaços preferidos em São Paulo.

Museu Afro


Um enorme acervo da arte produzida por negros brasileiros em diferentes períodos da história. Um dos acervos mais ricos do país que impacta pela série de objetos, histórias e artistas muitas vezes ignorando. Sem dúvidas um dos museus mais importantes do Brasil!

Casa do Povo


Um centro cultural que existe a anos, mas que teve sua programação reformulada e se tornou um ponto de efervescência cultural no Bom Retiro.

A programação é rica e a arquitetura do local é linda, salas amplas, bem iluminadas e um espaço que vem se tornando ponto de acolhimento para uma série de imigrantes.

SESCs


Difícil elencar apenas um... Os SESCs em São Paulo possuem um papel importante no fomento cultural, seja nas áreas centrais com espaços como o Sesc Consolação e sua rica programação teatral, seja nas áreas periféricas como o Sesc Itaquera que une cultura, meio ambiente e esportes.

MASP - Lina Bo Bardi


Um marco na cidade de São Paulo. Os pilares vermelhos, o prisma suspenso e o enorme vão onde pessoas se organizam, se manifestam, dançam e fazem feira.

É um lugar democrático e que mostra o poder do projeto de Lina, que fez do MASP, um museu privado, o teto para o coração da cidade de São Paulo.

5 lugares para comer e contemplar

Oficina de Pizzas


Criada pelo arquiteto Vitor Lotufo, pai dos arcos e da arquitetura vernacular. É um espaço que gosto de ir tanto para comer, quanto para olhar para cada detalhe da construção nada tradicional no bairro da Vila Madalena.

Para quem ama comer pizza, tomar vinhos e apreciar arquitetura que leva como premissa principal os materiais, suas possibilidades e um uso sustentável. É uma dica que vale a pena!

Leiteria ITA


Um espaço tradicional, com ladrilhos hidráulicos, um galpão e mobiliário antigo. Com comida simples e gostosa, é uma ótima opção para quem passeia pelo centro de São Paulo. É uma grande experiência comer aqui, sempre tem fila, mas não é à toa.

MODI no térreo do Paquita


Adoro a comida desse restaurante, e mais ainda que ele fica no térreo de um prédio modernista dos anos 50 em frente ao Parque Buenos Aires.

O prédio é lindo, assinado pelo arquiteto Aldred Josef Duntuch e no restaurante que, por enquanto, está fechado devido a pandemia, você come em meio aos pilares lindos que cortam o espaço.

Restaurante Capim Santo no Museu da Casa Brasileira


Comer no Capim Santo no jardim do Museu da Casa Brasileira é algo que eu faria toda semana que morasse perto. O jardim é lindo, o museu vale a pena para todos que amam arquitetura e design, e a comida é deliciosa.

Casa de Francisca


A Casa de Francisca fica num casarão de 1910 localizado no centro de São Paulo. É uma delícia andar pelas ruas do Centro e parar para almoçar, tomar um drink e/ou escutar uma música ao vivo no local. Além disso, a comida é deliciosa!

5 espaços para passar e conhecer

Rua interna no Sesc Pompeia - Lina Bo Bardi


Um espaço cultural feito no antigo local de uma fábrica de tambores na Pompeia, conta com uma rua interna na qual você pode andar por paralelepípedos enquanto espia pelas atividades culturais que acontecem intensamente no local.

Poesia materializada em espaço. Para mim, é também um dos locais mais lindos de São Paulo, amo andar por ali.

Marquise do Parque Ibirapuera - Oscar Niemeyer


A Marquise do Ibirapuera liga uma série de edifícios, criando um complexo cultural e paisagístico simbólico na cidade de São Paulo. Mas a Marquise por si só já é um marco.

Circular por ela, ver pessoas dançando, jovens andando de skate e crianças aprendendo a andar de bicicleta mostra o quão importante são espaços públicos em uma cidade como São Paulo.

Centro Cultural São Paulo


É lindo passar por aqui e ver jovens dançando, conversando e vivenciando o espaço. É um lugar de encontros onde o dentro e o fora se confundem. Eu realmente amo muito o espaço, a programação e a biblioteca do Centro Cultural de São Paulo

Galerias



As Galerias em São Paulo aparecem em vários locais: Galeria Metrópole, Galeria do Rock, Galeria Califórnia, entre outras, são espaços de circulação, contemplação, compra, respiro e ligação entre prédios.

Uma das belezas da arquitetura na cidade de São Paulo é andar pelo centro de galeria em galeria e apreciar.

Favela Galeria


O @tiagokinzari me indicou a Favela Galeria quando perguntei lugares no meu twitter já pensando nessa lista. Confesso que fiquei encantada pela ideia. Vale a pena conhecer, é só agendar uma visita!

5 Praças ou Parques para aproveitar

APA Municipal do Capivari-Monos

Área de Proteção Ambiental com área de 251km². Possui cachoeiras, rios de água cristalina, aldeias indígenas Guarani, Tenondé-Porã e Krukutu, e toda uma dinâmica de preservação ambiental. Um verdadeiro refúgio no meio da cidade de São Paulo.

Jardim Suspenso na Prefeitura


O Edifício Matarazzo, onde fica a prefeitura da cidade de São Paulo, possui um jardim suspenso. Não é bem uma praça ou parque, mas é uma área verde diferente e com acesso possível durante alguns horários. Existem centenas de vegetações diferentes e é uma ótima fuga urbana. Um presente no centro de São Paulo.

Parque da Juventude Aflalo & Gasperini Arquitetos e Rosa Grena Kliass Arquitetura Paisagismo


A área onde fica o Complexo Penitenciário do Carandiru, local que foi palco de um dos massacres que marcou a história brasileira, no qual 111 presos foram brutalmente assassinados.

Após um projeto que une paisagismos e equipamentos urbanos, temos um espaço que é hoje usado por muitos jovens e está sendo por eles e pela arquitetura/paisagismo, ressignificado.

Jardim Botânico de São Paulo


Um espaço verde que te faz pensar que sequer está em São Paulo. É uma das áreas da cidade que dá pra fazer um piquenique. Eu adoro e levo isso em consideração.

Praça Victor Civita


Uma praça com um grande deck que vai se desmembrando em espaços de descanso, educacionais e voltados para a sustentabilidade. Ela se localiza num terreno contaminado e o deck soluciona o que seria um suposto problema, o contato direto com o terreno.

A Praça Victor Civita possui um ambiente que nos faz refletir também sobre as formas como consumimos os meios e quais soluções as cidades precisam para que possamos reparar os danos que causamos. Em relação a arquitetura, amo o detalhe dos bancos que surgem da estrutura do deck, é lindo demais!

Leia também: Dicas para diminuir o lixo em uma rotina de beleza sustentável

Lugares para visitar em São Paulo não faltarão mais!

Gostou das dicas que a Stephanie Ribeiro trouxe para a gente? Se estiver precisando de algum lugar para relaxar, passear com a família, ou até mesmo aproveitar um feriado em São Paulo, lembre-se dessa lista!

Aproveite para conhecer o blog da CARE e conferir dicas sobre autocuidado, selfCARE, sustentabilidade, beleza natural e muito mais!