Você já ouviu falar sobre Aromaterapia? Essa técnica tem ganhado muito destaque nos últimos meses. Sua função é utilizar aromas e partículas que são liberadas por diferentes óleos essenciais e hidrolatos, para que ocorra uma estimulação em diferentes partes do cérebro.

Alguns motivos pelo qual as pessoas buscam essa técnica é porque ela contribui para aliviar os sintomas de ansiedade, depressão, asma, insônia e até mesmo resfriados, trazendo bem-estar para o corpo.

Porém, ainda que todo esse processo da Aromaterapia ocorra com a utilização de produtos naturais, muitas pessoas não sabem a diferença entre hidrolatos, óleos essenciais, água termal e floral.

Entender essas diferenças faz com que possamos aproveitar ainda mais os benefícios que cada uma proporciona ao nosso corpo e mente. Por isso, a CARE preparou esse conteúdo para te ajudar!

O que são óleos essenciais e como utilizá-los

Os óleos essenciais são substâncias totalmente concentradas extraídas de plantas, flores, folhas, cascas, raízes, frutos ou resinas, por diversos processos de extração que variam de acordo com a planta.

Existem diversas formas de utilizar um óleo essencial, variando com base no problema a ser tratado ou estilo de vida. Porém, a sua inalação é o método que garante maior proveito do produto.

Afinal, quando inalados, as partículas microscópicas dos óleos essenciais vão diretamente para o pulmão, onde são distribuídas igualmente para todo o restante do corpo. E na parte emocional, em menos de dois segundos, o sistema límbico do cérebro também reconhece o aroma!

Além disso, ao entrar em contato com a pele, é absorvido rapidamente e logo se encontra em nossa corrente sanguínea, sendo um remédio instantâneo incrível com benefícios tanto para a nossa saúde mental quanto nosso sistema fisiológico.

Uma observação importante: se aplicado diretamente na pele, é necessário adicionar junto à essência um óleo vegetal, pois evita que possíveis queimaduras ou outros acidentes ocorram.

Confira abaixo alguns óleos essenciais e para que servem:

  • Alecrim: Cansaço mental, falta de memória, dificuldade de concentração, dor de cabeça, enxaqueca, dores musculares e dores articulares.
  • Lavanda: Excesso de estresse, dor de cabeça, resfriados, insônia e problemas respiratórios.
  • Camomila: Excesso de estresse, tensão muscular, depressão e inflamação do sistema urinário.
  • Eucalipto: Problemas respiratórios, dor de cabeça, enxaqueca, dores musculares, febre e tensão muscular.

O que são hidrolatos e quais seus benefícios?

Ainda que os hidrolatos sejam facilmente confundidos com água termal ou água floral, são substâncias totalmente diferentes. O hidrolato é o subproduto obtido no mesmo processo de extração dos óleos essenciais.

Porém, quando o óleo essencial é extraído, os materiais vegetais (flores, folhas, raízes, frutos e etc) são submetidos à ação de calor d’água, onde junto ao óleo são resfriados e condensados até se tornarem líquidos. 

Como água e óleo não se misturam, é nessa etapa que se originam o óleo essencial e o hidrolato. Ou seja, a diferença entre esses dois produtos é que as propriedades do óleo são mais concentradas, enquanto o hidrolato possui propriedades terapêuticas diluídas.

Os hidrolatos podem ser utilizados para diversos objetivos, sendo ideais em situações que necessitam de cuidados aromáticos mais suaves. Justamente por isso, qualquer pessoa pode usar, crianças, adultos ou idosos.

Podem ser utilizados para:

  • Refrescar: adicione o produto em um frasco spray e borrife sobre o corpo, refrescando e hidratando a pele.
  • Resfriados: as propriedades naturais podem ser usadas para criar uma atmosfera que ajuda a melhorar a respiração e fortalece a imunidade.
  • Cuidados com a pele: podem ser utilizados no ritual de skinCARE para limpar, hidratar e tonificar a pele. Além disso, tratam manchas, feridas e queimaduras. 

Água Floral x Água Termal

Para que um hidrolato seja originalmente natural, ele deve ser 100% puro vindo do processo de destilação de matérias vegetais. Caso o líquido seja misturado a qualquer outra substância, como um óleo essencial de flores, é considerado uma Água Floral.

Embora possuam quase os mesmos benefícios, enquanto a Água Floral passa por todo este processo para ser feita, a Água Termal só pode ser encontrada em locais no subterrâneo, próximo a pedras rochosas cujo a temperatura varia entre 37° a 50°.

A sua saúde e bem-estar em primeiro lugar

Agora que você sabe a diferença entre óleos essenciais, hidrolatos e águas florais e termais, que tal adotar a prática da Aromaterapia em sua rotina?

Além do nosso tônico e água termal CARE Mist, temos a Moist Candle, uma vela creme aromatizante perfeita para transformar o seu beauty care. Acesse o site da CARE Natural Beauty e conheça!